As inteligências múltiplas são tema de estudo

Os educandos do curso de Design de Multimídias conheceram a teoria das inteligências múltiplas propostas por Howard Gardner em 1983. Este pesquisador, afirmou que pode haver até oito tipos diferentes de inteligência e que se aplicam em diversas áreas. Esta teoria revolucionou a forma como entendemos a inteligência no mundo.

Durante as aulas, foi possível apresentar as diferentes inteligências e explicar que se alguém é habilidoso em aprender novos idiomas, isso não significa necessariamente que essa pessoa prefere aprender através de palestras. Alguém com alta inteligência visual, como um designer, pode se beneficiar do uso de imagens para lembrar de informações, por exemplo.

A atividade também proporcionou que os alunos se conhecessem. Tendo como mote as inteligências apresentadas, eles deveriam escrever quais delas mais se identificavam e porque. Também foi pedido para que explicassem aquelas que não tinham, mas que gostariam de ter e o motivo. Para os alunos, é importante pensar sobre as diferentes maneiras pelas quais a informação pode ser apresentada e aprendida. As pessoas têm muitas inteligências diferentes, e a força em uma área não significa fraqueza em outra.

Conforme o educador Tiago Dias, é bom que os educandos compreendam suas capacidades e habilidades. “Trouxemos este tema para a sala de aula para mostrar que o profissional de multimídia pode desenvolver várias habilidades diferentes. Na prática, o designer multimídia vai poder atuar com material gráfico, áudio e vídeo, tendo que trabalhar algumas destas inteligências em conjunto”, comentou.

As inteligências estudadas foram: lógico-matemática; espacial-visual; verbo-linguística; interpessoal; intrapessoal; naturalista; corporal-cinestésica e musical.